sábado, 30 de julho de 2011

Polícia registra triplo homicídio por acerto de contas em Lagoa Salgada

Da redação do DIARIODENATAL.COM.BR

Por volta das 21h30 desta sexta-feira no município de Lagoa Salgada, distante 52 km de Natal, foi registrado um triplo homicídio por arma de fogo.
As vítimas identificadas por José Antônio dos Santos, de 25 anos; Luiz Carlos do Nascimento, de 21 anos e Maurílio de Sousa Vicente de 19 anos, estavam em uma residência quando dois homens chegaram atirando sem chance de defesa.
De acordo com informações de populares, dois suspeitos chegaram na casa de Jose Antônio, que funcionava como “boca de fumo” em um veículo modelo Gol vermelho. Os homens desceram do veículo e foram à residência efetuando pelo menos 20 disparos e fugiram sem serem identificados.
O crime será investigado pela delegacia local que inicialmente acredita na hipótese de execução.

quinta-feira, 28 de julho de 2011

TRANSMISSÃO AO VIVO FESTA DE CAVALO DE PAU E DEDIM GOUVEIA EM CAMPO GRANDE

CLIQUE AQUI E ESCUTE A TRANSMISSÃO AO VIVO DA FESTA DE CAVALO DE PAU E DEDIM GOUVEIA EM CAMPO GRANDE/RN.

TRANSMISSÃO FM INDEPENDÊNCIA.

Detento é morto a tiros dentro do presídio de Alcaçuz

Um presidiário foi morto a tiros dentro do presídio de Alcaçuz, na tarde desta quinta-feira (28). Antônio Maia dos Santos, conhecido como "Baiano", foi baleado pelo homicida Humberto Alves Saldanha, conhecido com "Galego de Antenor". De acordo com o coordenador da Administração Penitenciária do Estado, José Olímpio da Silva, os dois são oriundos do Alto Oeste potiguar e o motivo para a execução ainda não está esclarecido.

Aproveitando momento de vacinação dentro do presídio, Galego de Antenor foi ao encontro de Baiano já com um revólver calibre 38 em mãos. Ao encontrar, acertou um tiro à queima roupa e matou o detento no local. Logo em seguida, o detento foi ao encontro de outro preso e chegou a disparar quatro vezes, mas não atingiu o detento devido á ação dos agentes penitenciários, que responderam o fogo e balearam Galego de Antenor.

De acordo com Olímpio, o outro detento que sofreu a tentativa de homicídio é conhecido como Xandinho, mas ele não foi ferido. Já Galego de Antenor foi baleado e socorrido. Ele não corre risco de morte. "Vamos instaurar uma sindicância e investigar como mais uma arma entrou aqui no presídio", garantiu Olímpio.

Fonte: Tribuna do Norte

Aniversariantes do Dia

Anne Fábia Dantas
Yasmin Dantas

Queridas amigas, a vida é um presente do pai e cada aniversário é um novo começo. Desejo que venha de Deus a mais completa renovação que ela flua interiormente e contagie a todos que tenham o privilégio de estar ao seu redor.

Faça com que cada dia seja encarado com esperança de modo que as sombras do ontem não sejam levadas para a luz do amanhã. Um olhar amigo alegra o coração, uma boa notícia nos faz sentir bem.

Que a luz do pai ilumine sua vida, guie seus passos e alegre seu caminho em toda sua existência. Não só hoje, mas sempre. Feliz aniversário minhas amigas, sejam imensamente felizes.


domingo, 24 de julho de 2011

Carinha da Net Concede Entrevista na FM 104,9



Na tarde de ontem (23), o blogueiro de Janduís Romário Dantas (Carinha da Net), concedeu entrevista na Rádio Independência FM 104, 9, na entrevista o blogueiro comentou sobre a fatalidade que aconteceu nas primeiras horas naquele dia, e informando todas as informações colhidas sobre o caso ao povo de Campo Grande.

Logo pela manhã o blogueiro esteve juntamente com jornalistas e fotógrafos do jornal O Mossoroense colhendo as informações pela cidade, o blogueiro ainda teve a oportunidade de conversar sobre a morte do agente penitenciário federal com o delegado de plantão da defur de Mossoró, Dr. Luiz Fernando.

sábado, 23 de julho de 2011

Troca de tiros e morte marca abertura da festa de Santana 2011

Movimentação em Frente a Companhia de Policia Militar de Campo Grande
Policiais da policia Civil no local do crime


Marcas de Sangue
Um dos delegados enviado para investigar o caso,sendo entrevistado

Nas primeiras horas de hoje (23), uma abordagem policial acabou em morte na cidade de Campo Grande/RN,segundo as primeiras informações colhidas na sede da 3ª Companhia de policia militar de Campo Grande, policiais militares ao abordar o agente penitenciário Iverildo Antônio da Silva, 37 anos, foram recebidos à bala.

O fato aconteceu por volta das 4h30min na via costeira, nas proximidades da escola municipal Joaquim Leal, os policiais que estava na viatura pediram para Iverildo baixar o volume do som do seu veiculo, tendo de inicio uma discursão, Iverildo embriagado sacou sua arma e atirou contra os policiais que estavam na viatura, os policiais revidaram tendo de inicio um tiroteio, Iverild tombou baleado no chão e foi socorrido pelos policiais ao hospital local, devido os ferimentos veio a óbito momentos após dar entrada naquela unidade.


O delegado de plantão da Defur Dr. Luíz Fernando está colhendo as primeiras informações para iniciar as investigações desde caso, vários outros delegados da policia civil também já estão no local do crime colhendo as informações.

A movimentação é intensa na cidade oestana, varias equipes jornalísticas estão colhendo informações na cidade.

sexta-feira, 22 de julho de 2011

Policia Militar Localiza Veículos Usados na Tentativa de Explodir o Bradesco em Janduís

Veiculo Recuperado: Motocicleta de cor vermelha tipo Titan 150, ano 2010, de placa NQI 7798 de Catole do Rocha - PB
Veiculo Recuperado: Carro tipo Gol de cor prata, Placa: MYI 1718 de Mossoro RNAbordagens a pessoas, veiculos e casas na regiao do medio Oeste
Rondas ostensivas na zona rural das cidades do Médio Oeste do Rio Grande do Norte

Fotos: Sentinelas do Apodi

Policiais da 3ª Companhia de Policia militar de Apodi no comando do Capitão Brilhante conseguiu localizar na manhã de hoje (22), a Motocicleta de cor vermelha tipo Titan 150, ano 2010, de placa NQI 7798 de Catolé do Rocha – PB, o Carro tipo Gol de cor prata, Placa: MYI 1718 de Mossoró RN, que foram usados na tentativa de explodir os caixas eletrônicos da agência do Bradesco em Janduís.

Os veículos se encontravam em um local de difícil acesso numa fazenda entre o município de Janduís e Caraúbas, a operação denominada como “desconforto “tinha como objetivo reforçar o policiamento nas zonas rurais das cidades do médio oeste potiguar, e contava com policiais do GTO Apodi e policiais da rádio patrulha de Caraúbas, no comando do capitão Inácio Brilhante.

Aniversariante do Dia

Victória Targino

Feliz Aniversário!

Um momento especial de renovação para sua alma e seu espírito, porque Deus, na sua infinita sabedoria, deu à natureza, a capacidade de desabrochar a cada nova estação e a nós capacidade de recomeçar a cada ano.

Desejo a você, um ano cheio de amor e de alegrias. Afinal fazer aniversário é ter a chance de fazer novos amigos, ajudar mais pessoas, aprender e ensinar novas lições, vivenciar outras dores e suportar velhos problemas.

Sorrir novos motivos e chorar outros, porque, amar o próximo é dar mais amparo, rezar mais preces e agradecer mais vezes. Fazer Aniversário é amadurecer um pouco mais e olhar a vida como uma dádiva de Deus. É ser grato, reconhecido, forte, destemido.

É ser rima, é ser verso, é ver Deus no universo; Parabéns a você nesse dia tão grandioso.

Família contesta versão da polícia de Umarizal na morte dos dois irmãos

Familiares dos dois irmãos mortos pela polícia no município de Umarizal, na tarde da última quarta-feira, estão revoltados com o caso, afirmado que os rapazes eram homens de bem e foram confundidos com criminosos. Alisson Torquato Cosmo, 28, e Antonio Márcio Torquato Cosmo, 27, foram assassinados a tiros durante uma abordagem policial.

De acordo com a comerciante Iara Brígida, 23, esposa de Alisson Torquato, o marido juntamente e o irmão saíram de casa na avenida Jerônimo Vingt Rosado Neto, no Alto da Pelônia, em Mossoró, na tarde da última terça-feira, com destino ao município de Lucrécia, na região do Médio Oeste, onde iriam deixar um parente residente naquela cidade."Meu marido e o irmão retornavam para casa, quando no contorno próximo a Umarizal foram abordados pelos policiais que os confundiram com bandidos e começaram a atirar neles, alegando que eram assaltantes. Meu marido nunca foi assaltante, primeiro porque não precisa e depois por se tratar de uma pessoa que sempre trabalhou e se sustentou. Para se ter uma ideia, nós temos duas lojas de roupas, uma no Alto da Pelônia e outra no Planalto 13 de Maio", explicou a comerciante.A revolta da esposa vai mais além, quando ela garante que o caso não vai ficar impune e a família vai tomar todas as providências para que os policiais que participaram da abordagem seguida de morte sejam legalmente punidos. "Não vou sossegar enquanto os policiais responsáveis pela morte do meu esposo e do irmão não forem punidos e paguem pelo que fizeram. Nem que tenha de gastar tudo que tenho, a justiça será feita", desabafou Iara Brígida.A comerciante declarou ainda que vai acionar o Ministério Público para apurar o caso e já dispõe de advogados que irão acompanhar o processo investigatório.

Os corpos dos irmãos Alisson e Márcio Torquato foram velados durante todo o dia de ontem, na capela de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, e o sepultamento ocorreu no final da tarde no Cemitério Novo, na BR-304.

Entenda o casoNa tarde da última quarta-feira, os irmãos Alisson Torquato e Antonio Márcio Torquato morreram em confronto com policiais militares da cidade de Umarizal, acusados de terem assaltado um estabelecimento comercial na cidade oestana.De acordo com a polícia, os suspeitos estavam em um Astra de cor escura, nas imediações do trevo de acesso à cidade de Lucrécia, quando foram interceptados pela PM. Houve troca de tiros e os acusados foram baleados e levados ao Hospital de Umarizal, mas morreram antes de dar entrada na unidade.

A história, no entanto é contestada pela família, que acusa os policiais de abuso e abordagem errada. O tenente Júlio Batista, comandante da Polícia Militar em Umarizal, foi contatado pela reportagem do O Mossoroense para falar sobre o caso, mas estava com todos os celulares desligados.


Fonte: Jornal O Mossoroense

quinta-feira, 21 de julho de 2011

Fabricação Caseira, este era o Tipo de Explosivo Usado Para Explodir o Bradesco em Janduís

Explosivo Deixado Pelo Bando.


Segundo a policia militar, o explosivo usado para tentar explodir o caixa eletrônico do Bradesco em Janduís era de fabricação Caseira, a confirmação oficial sairá após o laudo feito pela pericia do Itep.

Policiais continuam na sede da agência do Bradesco em Janduís esperado a chegada de uma equipe do Itep para fazer a pericia no local.

Bandidos tentam Explodir Caixa Eletrônico em Janduís

Policiais recolhendo as primeiras informações no local
Cerca de 6 Homens participaram da ação criminosa
Caixa Eletrônico ficou parcialmente destruído


Os elementros não conseguiram subtrair nenhuma quantia em dinheiro


Fotos: Alex Lima/www.ocarinhadanet.com

Na madrugada de hoje (21), a agência do Bradesco do município de Janduís, localizada no cruzamento da Rua Canuto Gurgel com Avenida Santa Teresinha foi alvo de ladrões, segundo as primeiras informações repassadas pela policia militar apenas a carenagem do caixa eletrônico foi explodido, os elementos não conseguiram subtrair nenhuma quantia de dinheiro do caixa.

A investida se deu por volta de 1h30min da madrugada, quando a movimentação era pouca na cidade, apenas os vigias faziam rondas, cerca de 6 homens participaram da ação criminosa.

Ação só não foi bem sucedida devido a um vigia ter percebido a ação e acionada a policia que chegou logo em seguida, na fuga os elementos usaram um Gol Prata e uma moto.

Policiais de Janduís, Messias Targino e da 3ªCPM de Campo Grande estão realizando diligência na tentativa de localizar os suspeitos o Tenente Costa e Silva Comandante da Companhia de Campo Grande, está desde as primeiras horas de hoje empenhado nesta operação, a movimentação na sede da companhia de Campo Grande é intensa, vários policiais estão chegando e se dirigindo ao município de Janduís.

Outras informações ao longo do dia.

quarta-feira, 20 de julho de 2011

Greve dos professores do estado chega ao fim


Os professores da rede estadual de Educação vão encerraram, nesta quarta-feira (20), a greve da categoria que perdurava desde o dia 2 de maio. Em assembleia, a categoria decidiu pelo retorno devido às sanções que poderiam sofrer caso mantivessem a paralisação. Apesar da volta às aulas, os professores garantem que vão continuar na luta por melhores salários e mais atenção à educação público.

Durante a assembleia que ocorreu na tarde desta quarta-feira, o Sindicato dos Trabalhadores da Educação (Sinte/RN) levou à categoria a proposta do Governo do Estado, repassada durante encontro também nesta tarde. O Governo manteve a proposta de aumento de 34%, a ser pago entre setembro e dezembro deste ano. No entanto, o Executivo vai formalizar a criação de um fórum permanente para discutir o plano de cargos e salários dos servidores da Educação que, para o Estado, precisa de alterações devido ao pagamento do piso nacional da educação.
"Cumpriremos a lei do piso nacional daqui pra frente. Mas, para garantir isso precisamos revisar o plano de cargos", disse a secretária-adjunta de Educação, Adriana Diniz.

A presidente do Sinte, Fátima Cardoso, garantiu que a categoria só decidiu retornar ao trabalho devido à decisão judicial, que determinou o retorno e estabeleceu multa de R$ 10 mil por dia de descumprimento, e também às retaliações do Governo, que cortaria o ponto dos faltosos e poderia ingressar com processos para a demissão de servidores.
"A categoria está indignada com o Governo, insatisfeita profundamente. O sentimento hoje é que as aulas vão retornar sem qualidade porque os professores estão profundamente insatisfeitos", disse Fátima Cardoso.

Apesar da decisão de retornar, os professores garantem que vão continuar buscando a melhoria nas condições de trabalho e nos salários, sob pena de que o ano letivo em 2012 não tenha início. "Esse Governo brinca de fazer Educação. Ou a governadora tem uma políticia propositiva, ou não iniciaremos o próximo ano letivo", garantiu.

A revisão do plano de cargos vai ocorrer com uma comissão de representantes dos professores e do Governo, estabelecendo um cronograma. De acordo com o secretário estadual de Administração, Anselmo Carvalho, o fórum será criado imediatamente - e o Sinte já cobra a instalação.

"Eles acham com a greve finalizada ocorre uma educação de qualidade. A ideia é contrária. Eles estão na contra-mão. Vamos cobrar imediatamente a criação do fórum para discutir o nosso plano de carreira", finalizou Fátima Cardoso.

Os professores buscavam a aplicação da tabela de revisão do Plano do Magistério e a aplicação do Piso Salarial Nacional do Magistério até junho de 2012, com o objetivo de equiparar a remuneração dos profissionais da área à dos outros trabalhadores. Além disso, a categoria, que estava em greve há 79 dias, queria o pagamento do reajuste de 34% em três parcelas, de julho a setembro.
Fonte: Tribuna do Norte

Governo desativa Serviço de Inteligência da PM em Mossoró

Determinação do Governo do Rio Grande do Norte, através da Secretaria Estadual de Segurança Pública e Defesa Social (Sesed), desativou na manhã de ontem o Serviço de Inteligência da Polícia Militar de Mossoró (2ª Secção PM). A determinação foi comunicada ao comando da PM no último sábado, pelo secretário Aldair Rocha, e aos policiais ontem.

Segundo informações do major Costa, subcomandante da PM de Mossoró, o governo alega critérios técnicos para a desativação da inteligência e a decisão é temporária, porém sem data para a reativação.

"O governo e o comando-geral da PM acharam melhor desativar o serviço por algum tempo e submeter os policiais a treinamentos e cursos para só assim em um futuro reativar os trabalhos", ressaltou o major Costa.
Uma reunião comandada pelo tenente-coronel Túlio César Alves de Oliveira, comandante do 2º BPM, na sede da corporação, marcou oficialmente o final da 2ª Secção. Os oito policiais que compunham o Serviço de Inteligência serão remanejados para outras unidades da PM. O comunicado pegou os policiais de surpresa, que ficaram sem entender a decisão da Sesed.
"O Serviço de Inteligência da PM desempenhava um papel importante no combate à criminalidade, principalmente na repressão contra o tráfico de drogas e com certeza vai fazer muita falta à sociedade", destacou um integrante do grupo.

Fonte: Jornal O Mossoroense


Mais um Ato contra a segurança Púbica praticada pelo Governo do RN.

Governador receberá sinal da TV Mossoró

A Prefeitura de Governador Dix-sept Rosado realiza solenidade de estréia do sinal da TV Mossoró (canal 7 – TV Aberta) na cidade nesta sexta-feira 22 de julho, às 17h30 na sede da Câmara dos Vereadores. A solenidade contará com a presença de autoridades políticas, servidores, empresários, direção da TV e é aberta ao público.

A chegada do canal é fruto de uma parceria entre o município de Governador, empresa Brisanet (que fornece a Internet) e direção da TV Mossoró que juntos viabilizaram as condições técnicas para que a cidade de governador passasse a receber o canal. “Já realizamos testes para garantir que o sinal chegue com qualidade”, reforça o responsável pela Brisanet Jordão Estêvam.

A Prefeita Lanice Ferreira acredita que a TV estando presente na cidade e também divulgando informações à população será um importante veículo de entretenimento, informação e também para alavancar a economia já que os comerciantes de um modo geral serão vistos no canal.

SOBRE A TV MOSSORÓ

A TV Mossoró - Canal 7 tem um perfil popular, não só por ser transmitida em sinal aberto, mas também por procurar representar as expectativas e anseios da população local.

Seu slogan ‘A NOSSA TV’ reflete o propósito da Fundação Vingt Rosado, sua mantenedora, em fazer uma programação voltada para a comunidade, servindo-a de informações e serviços que contribuam no seu desenvolvimento.

A variedade dos programas da TV Mossoró atrai um público abrangente, diversificado, e que tem em comum a raiz mossoroense. Um público próximo à notícia, com peculiaridades e características que fazem com que o seu envolvimento com a programação da TV seja algo perfeitamente natural.


P M G D R
ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO

Armas roubadas do ITEP irão municiar bandidos no Alto Oeste

De Paulo de Sousa para a redação do Diário de Natal

Na opinião do delegado Edivan Queiroz, titular da delegacia regional de Mossoró, as 48 armas de fogo roubadas na madrugada da última segunda-feira do prédio do Instituto Técnico-Científico de Polícia (Itep) da cidade podem estar servindo para municiar assaltantes e traficantes do Alto Oeste. Um perito da equipe do órgão em Natal fará um relatório sobre o trabalho que fez no local e o diretor do Itep, José Nazareno de Deus, informa que impressões digitais foram encontradas, o que poderá facilitar a identificação dos culpados. A equipe da Polícia Federal local também está ajudando nas investigações.

De acordo com a assessoria de comunicação da Secretaria Estadual de Segurança Pública e Defesa Social (Sesed), o prédio foi invadido após a retirada da grade de proteção de uma janela. As 48 armas (revólveres e pistolas) estavam guardadas na sala da Coordenadoria de Criminalística do órgão. O delegado regional de Mossoró explica que tais objetos estariam ali para serem periciados. "Toda arma apreendida passa por perícias e algumas por exames de comparação balística, caso haja suspeita de ter sido usada em algum crime".

A polícia também colheu o depoimento de funcionários que estavam de plantão durante a madrugada da segunda, quando foi detectado o arrombamento. Edivan Queiroz revela que nenhuma das pessoas ouvidas disse ter ouvido qualquer barulho. Ele acha que é cedo para dizer se houve alguma facilitação.

O delegado regional de Mossoró acredita que as armas já podem ter sido dispersas pelas diversas cidades do Alto Oeste. "Fatalmente elas vão parar nas mãos de assaltantes ou servindo para a proteção de traficantes". Segundo Edivan Queiroz, os revólveres e pistolas roubados poderão ser identificados, caso sejam apreendidos com algum suspeito, independente das investigações.

Segurança de Janduís Ainda é Precária

Mais uma vez venho usar esse espaço democrático para relatar da segurança publica do município de Janduís, cidade com pouco mais de cinco mil habitantes, esquecida pelo governo do estado.

A cerca de 2 anos atrás Janduís estava deixando de fazer parte da área da 2ªCPM/7ºBPM para integrar a área circunstancial do 10º BPM de Assú,com promessas que nosso município deixaria de ser destacamento policial para um pelotão o que seria de suma importância para nosso município e região,fato que nunca saiu do papel.

Sabemos ainda que ser dependesse da secretaria de segurança pública e do governo do estado nunca que o município de Campo Grande teria uma companhia de policia militar, isso só aconteceu graças ao ministério publico que determinou a criação imediata de uma CPM em Campo Grande.

E o pelotão de Janduís onde estar?

Quando foi instalada a CPM em Campo Grande, muitos policiais foram designados para aquela cidade, com um efeito bastante bom, trousse bons resultados para nossa região, mas, o tempo passou e hoje a CPM de Campo Grande já está sofrendo com a falta de policiamento, os policiais do GTO ficam apenas dois dias por semana no município.

Em Janduís, um policial faleceu, outro devido ao acidente ficou aposentado, e um estar de férias, e o estado até este momento não procurou repor o efetivo.

De fato, Janduís continua esquecido pelo governo estadual que nunca buscou soluções para resolver este problema.

A policia militar com seu efetivo tão baixo não tem condições alguma de fazer um serviço adequado na nossa cidade.

Talvez mais dois policiais façam parte do efeito de Janduís nós próximos meses.

Que Deus olhe por Janduís porque os políticos....

Operação "Desconforto"


Armas estavam dentro de um saco as margens da rodovia


Caraúbas/RN

Região Médio Oeste - Na tarde desta terça-feira (19), o Capitão Brilhante juntamente com o Tenente Sobrinho e os policiais do GTO de Apodi e Radio Patrulha de Caraúbas realizaram uma operação no município de Caraúbas/RN, na ocasião foram realizados 5 mandados de busca e apreensões de foragidos da justiça, drogas, armas e materiais ilícitos, na zona urbana e rural, sendo recuperado dois veículos furtados (Motos Honda Biz), além de 12 espingardas de fabricação caseira (calibre semelhante a 12), 9 tubos de pólvora e chumbo, 2 cartelas de espoleta e várias pessoas encaminhadas a delegacia para prestarem esclarecimentos. Em um dos pontos mais críticos da operação foram encontrados armas próximo a Rodovia que Liga Caraúbas a Olho D'agua dos Borges, um local onde geralmente ocorrem assaltos. O que chamou a atenção dos policiais foram as armas caseiras que são equiparadas a escopetas de calibre 12, com um grande poder de fogo. Vítimas assaltadas na região sempre mencionam que os meliantes utilizam armas longas, semelhantes a espingardas de calibre 12, que provavelmente sejam essas armas apreendidas. A operaçao teve inicio no sabado com a recuperaçao de veiculos, produto de furto.


Fonte:Sentinelas do Apodi


terça-feira, 19 de julho de 2011

Professores do Daniel Gurgel voltam da greve nesta segunda-feira 25

Os Professores da E. E. Daniel Gurgel (Rênio, Katiúscia, Dalvani, Reneilson e Santelma) decidiram em Assembleia voltar da greve dos professores da educação do RN. A decisão foi tomada em conjunto e por unanimidade pelos professores presentes na referida Assembleia.

No entanto, reiteramos a enorme insatisfação que nós professores da E. E. Daniel Gurgel sentimos diante da atual situação que Educação do RN vem sendo colocada pela senhora governadora Rosalba Ciarlini e seus secretários, tratando os professores como verdadeiros "cachorros vira-latas", pois além de não dá o devido valor que nós merecemos, ainda humilha com ações e palavras toda a classe. Também gostaríamos de deixar claro que continuamos achando a greve justa e damos a ela todos o nosso apoio que agora é moral e que só decidimos voltar da greve devido a decisão do TJ de decretar como ilegal a greve, mas que também repudiamos a atitude unânime dos juízes do TJ que com certeza não ganham R$ 930,00 para fazer o trabalho sujo pro governo de Rosalba."A educação sozinha não transforma a sociedade, sem ela tam pouco a sociedade muda." (Paulo Freire)

Fonte: Blog Santelma Gomes

As Ensinanças da Perda...

Quantas vezes não vivenciamos situações dramáticas das quais saímos com a sensação de que poderíamos ter feito algo... algo mais, nos esforçado melhor...

Geralmente isso acontece em momentos de crise, de perdas e danos.

Aí bate aquela horrível sensação de culpa, que cala fundo, que nos leva às lágrimas, quando não ao desespero.

Mas esse é, na verdade, um instante precioso em que temos a proveitosa oportunidade de retirar algum ensinamento daquela perda, daqueles danos.

Como diz o velho ditado, não adianta ficar chorando o leite derramado... o que até traz-nos algum lenitivo, mas não resolve a situação.

Uma perda ou um erro cometido pode se transformar em produtivo momento de reflexão. A reflexão é o caminho necessário e inevitável para a retomada de consciência e é sempre possível aprender algo de bom com nossas faltas.

Compensar. Resgatar. Eis as chances que as ensinanças da perda nos proporcionam.

Autor Desconhecido.

Três delegados deverão investigar roubo no Itep

A ação da bandidagem em Mossoró chegou ao extremo na madrugada de ontem, quando o prédio do Instituto Técnico e Científico de Polícia (Itep) foi arrombado e dezenas de armas de fogo levadas pelos criminosos. Informações apontam que três delegados foram designados para apurar o roubo: Edivan Queiroz, titular da Delegacia Regional, Luiz Fernando, da Delegacia Especializada em Furtos e Roubos (Defur) e um delegado da Polícia Federal, que não teve o nome revelado.

Segundo informações da polícia, o roubo de armas no Itep aconteceu na madrugada, quando os elementos arrombaram a grade de proteção de uma janela que dá acesso ao depósito onde as armas estariam guardadas, aguardando serem periciadas. O número exato de armas levadas pelos bandidos não foi revelado, mas informações extraoficiais apontam que mais de 80 desapareceram.O roubo foi percebido quando os funcionários chegaram pela manhã para trabalhar. Eles notaram que o depósito havia sido violado e o material bélico sumido. No local, à noite, apenas os funcionários de plantão fazem a segurança, nenhum policial ou guarnição fica no local.Na tarde de ontem, uma equipe de peritos do Itep de Natal estava sendo aguardada pelos delegados responsáveis e pela direção do órgão para fazer um levantamento do material roubado.

O diretor do Itep, Valentim Marinho, foi procurado pela equipe de reportagem do O Mossoroense para falar sobre o ocorrido, mas através de um funcionário disse que não poderia receber a reportagem.


Fonte: Tribuna do Norte

domingo, 17 de julho de 2011

Olho Vivo no Dinheiro,RECURSOS RECEBIDOS DO GOVERNO FEDERAL EM 2011


Clique Aqui e veja detalhadamente cada recurso enviado pelo governo federal.

Déficit habitacional atinge 70 mil em Natal e 300 mil no RN

Madrugada de lua cheia em Natal (RN). O latir dos cães ao longe contrasta com o barulho das corujas, à espreita no morro próximo. De repente, os caminhões. Lonas, sacolas de plástico, bandeiras vermelhas. Gente. Cada família traz seus pertences, seus papelões, seus pedaços de madeira. Os móveis e eletrônicos também estão lá. Televisão, rádio, ventilador. Ao raiar do dia, é hora de arrumar as coisas, tirar o lixo que havia se espalhado pelo terreno e preparar as casas simples, de taipa mesmo, para organizar as ruas e vielas do novo acampamento. Também é hora de lembrar que, junto com a bagagem, vem também o sonho de viver melhores momentos. Eis o cenário do primeiro dia da Ocupação Anatália de Souza Alves, no Guarapes, Zona Oeste da capital, um ano atrás, em 9 de julho de 2010.

Pertencente à Prefeitura do Natal, o terreno ocupado tem um hectare. Na época da invasão, um posseiro que mora próximo tentou, em vão, reaver a terra a que chamava de sua. O nome daaglomeração habitacional é uma homenagem à potiguar sequestrada nos anos de chumbo da Ditadura Militar, levada ao DOI-Codi do IV Exército, no Recife (PE), e também ao Departamento de Ordem Política e Social, o temido Dops.

A história conta que, por mais de um mês Anatália foi torturada e, por fim, assassinada (1976). Ela representa a luta pela liberdade e pelo socialismo, a mesma bandeira defendida pelo Movimento de Lutas nos Bairros e Favelas (MLB), presente em 14 cidades brasileiras e que atua em Natal há 8 anos, coordenando a ocupação de terrenos e estruturas de órgãos públicos e privados que estejam sem uso, como a do Guarapes daquela madrugada fria e enluarada. Um ano depois, eles continuam lá, querendo uma casa para morar.

Na cidade-sede da Copa 2014, que dispõe de 26 mil leitos para os turistas e que construirá, por iniciativa privada, mais seis hotéis até o mundial, 70 mil natalenses não têm uma casa para morar e vivem em condições insalubres, sem acesso a esgoto, água encanada, luz elétrica, com riscos de desabamento ou em palafitas. Deste total, 95,9% são pessoas que vivem com zero a três salários mínimos.

Não há nenhuma casa destinada a esse público construída na capital, dentro do mais bem-sucedido programa do governo federal, o Minha Casa Minha Vida. Ao mesmo tempo, Natal tem 24 mil imóveis fechados, um terço dos imóveis de Ponta Negra estão desocupados, a Zona Norte concentra metade da população e regiões como Nova Parnamirim crescem assustadoramente, mas áreas como Felipe Camarão, Planalto e Guarapes dispõem de muitos terrenos.

O déficit habitacional no Estado do Rio Grande do Norte também é grande: chega a 100 mil famílias, uma média de 300 mil pessoas. No Brasil, o número de famílias sem teto chega a 5,8 milhões. Os dados são, respectivamente, da Secretaria Municipal de Habitação, Regularização Fundiária e Projetos Estruturantes (Seharpe), Companhia Estadual de Habitação e Desenvolvimento Urbano (Cehab) e do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Origem

O coordenador estadual doMLB, Wellington Felipe, disse que o movimento surgiu em Pernambuco em 1999 e chegou a Natal em 2003. "No ano seguinte fizemos a primeira ocupação, no que hoje é o conjunto habitacional Leningrado, no Planalto. Foi a nossa primeira grande vitória aqui no Estado. Hoje são 444 casas no local. Pessoas que antes viviam em barracos e hoje vivem em casas de alvenaria, ruas calçadas, água servida e energia. Hoje o conjunto também dispõe de um Centro Municipal de Educação Infantil (CMEI). Agora, brigamos por uma linha de ônibus regular".

Nos sete anos de atuação do movimento no Estado, foram 1.300 casas conquistadas junto a programas habitacionais da prefeitura, do Governo do Estado e do Governo Federal. Depois do Leningrado, no Planalto, foi a vez dos conjuntos Emanoel Bezerra (280 casas) e Santa Clara (190), no mesmo bairro, e por último o Conjunto Djalma Maranhão (130), em Jardim Progresso, Zona Norte da capital. "Além disso, tivemos a ocupação Luiz Gonzaga, em Mãe Luíza, cuja população de 50 famílias foi removidapara o Planalto em 2009", acrescenta Wellington.

O grupo também presta assistência em vilas de moradores pobres e comunidades carentes, como nas chamadas favelas do Detran, Vilma Maia e Pião. Hoje o grupo trabalha para remover duas favelas: Camboim (Bom Pastor) e Mosquito (Quintas), e montou ocupações em terrenos públicos como o 8 de Outubro e o Anatália, nos Guarapes. Nos 13 núcleos do MLB espalhados pela capital do Rio Grande do Norte, vivem cerca de 1.800 famílias.

Programa chega a apenas 465 famílias

Os militantes do movimento sem-teto contam com o Programa de Erradicação de Favelas do município de Natal, que atendeu 465 famílias com recursos oriundos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). A contrapartida municipal foi de R$ 599.266 e o valor total das obras chegou a R$ 10,2 milhões. Foram beneficiadas as comunidades Alagamar, Peão, Via Sul, 8 de Outubro, Luiz Gonzaga (Sopapo) e Detran. "Ainda assim, o grande problema, em Natal, é que o território do município é muito pequeno e a cidade tem muitas dunas, Zonas de Proteção Ambiental (ZPA's), o Rio Potengi e o mar, ou seja, estas também são limitações", explicou o titular da Seharpe, Paulo Roberto Medeiros Júnior.

O Estado também tem um programa de habitação popular. Nos oito anos dos governos Wilma de Faria e Iberê Ferreira, foram construídas 25 mil casas. A gestão Rosalba Ciarlini prevê construir, até o final do primeiro ano de governo e em todo o Estado, 3.300 residências dentro do Programa de Subsídio à Habitação. "Alémdisso, construímos 202 casas e 108 apartamentos dentro do projeto de urbanização da avenida Capitão-mor Gouveia, e 102 casas no Planalto", disse João Felipe de Medeiros, diretor-presidente da Cehab. "Não podemos incentivar a ocupação de terrenos e prédios públicos, mas se eles existem, é porque o problema existe. Não podemos negar isso".

Esforços governamentais parecem pequenos diante da missão hercúlea de dar casa para todo mundo que precisa. "Ainda é pouco, porque falta uma política de habitação permanente. Natal não dispõe hoje, por exemplo, de um banco de dados sobre terras, quantidade de grileiros e posseiros", afirmou Wellington, do MLB. As autoridades reconhecem a falta de ordenamento habitacional. "Ainda estamos trabalhando na elaboração do Plano Local de Habitação de Interesse Social (PLHIS), que deverá ficar pronto até o final do ano e que vai nortear as políticas de habitação", explicou Paulo Roberto, da Seharpe. "Teremos nosso Plano Estadual de Habitação, que aliás, deveria estar pronto desde 2009", destaca João Felipe, da Cehab.

As dificuldades e as regras da ocupação Anatália

Maria Isabel Ferreira Pereira, 58, é uma das pessoas presentes naquela madrugada fria de 9 de julho, quando a ocupação Anatália se constitui em um acampamento no terreno da prefeitura. Nascida em Jandaíra, distante 116km de Natal, há 20 anos ela veio tentar a sorte na capital dos potiguares.

"Queria que Jesus me ajudasse a conseguir a minha casa. Aqui é ruim quando chove, tem goteiras por toda parte. Tenho fé que tudo vai dar certo", afirma ela, que trabalhou como doméstica, teve sete filhos, casou-se, ficou viúva e casou novamente. Seu esforço é um alento à busca por melhores condições de vida. Quando a reportagem de O Poti/Diário de Natal esteve na Ocupação Anatália de Souza Alves, Isabel carregou nada menos do que dez latas d'água da cisterna para sua casa.

A residência da dona de casa tem quatro cômodos, todos pequenos: sala, quarto, cozinha e banheiro. As paredes são de taipa, e o chão, de terra batida. Dois dos sete filhos moram com ela. Os outros constituíram famílias e residem em Nova Parnamirim, Quintas, na Avenida 6 e em Parnamirim. Com a ajuda dos filhos, que trabalham com bicos, conseguiu comprar uma televisão. É o utensílio mais novo da casa de Maria Isabel. Na cozinha, por exemplo, são velhas as panelas de alumínio que aguardam o preparo do arroz e feijão de cada dia.

Ao todo, 240 famílias vivem na Ocupação Anatália de Souza Alves, uma das 72 comunidades natalenses cujos moradores convivem com condições precárias. Costureiras, camelôs, empregadas domésticas, autônomos. A maior parte das pessoas que vivem na no local não tem condições de comprar uma casa, mesmo parcelando em vários meses. Com ajuda do MLB, os moradores se organizaram. Há água e luz instaladas, usurpadas da rede pública. Semanalmente são feitas reuniões deliberativas, em uma das ruas do assentamento, e existem regras claras para continuar participando da ocupação, o que credencia o morador a ter mais facilidade para ganhar residências de alvenaria, oriundas de programas habitacionais do município, Estado ou União.

"Aqui é proibido beber, portar armas de fogo, usar drogas lícitas e ilícitas, brigar ou espancar as pessoas. Isso é respeitado à risca. Todos têm consciência de que estamos numa guerra e temos que estar prontos para a batalha. Estamos todos sendo formados nessa batalha", afirma Wellington Felipe. "Infelizmente quando conseguimos tornar a ocupação um conjunto habitacional, a realidade é outra. No Leningrado, por exemplo, enquanto era ocupação, não havia sequer um assalto. Hoje, transformado em conjunto, apenas esse ano duas pessoas foram assassinadas. Infelizmente perdemos o controle", afirma outro dirigente do grupo, o coordenador municipal do MLB Marcos Antônio Ribeiro.

Alguns membros da coordenação estadual, composta por 16 membros, é militante do Partido Comunista Revolucionário (PCR). Os 12 diretores municipais também são. Como em qualquer movimento social, o MLB conta com sede própria em Cidade da Esperança, e dispõe de advogado, contador, computadores. "O movimento se mantém com doações daqueles que podem pagar", diz Marcos Antônio.

O dinheiro serve para confeccionar cartazes, fazer faixas, carros de som que servirão para as manifestações, enfim, para dar o suporte necessário nas manifestações de rua. A ordem interna na ocupação é mantida pelos cinco coordenadores locais. "Somos organizados e todos aqui querem um objetivo comum. Podemos ter cara de favela e jeito de favela. Mas não somos favela", conclui Wellington.

Ocupações do MLB já conquistaram 6 conjuntos habitacionais:

2007
Emanoel Bezerra (Planalto)
280 unidades

2008
Leningrado (Planalto)
444 unidades

2009
Salta Clara (Planalto)
190 unidades

2010
Praiamar (Bom Pastor)
205 unidades

2011
Nova Esperança (Cidade da Esperança)
117 unidades

2011
Djalma Maranhão (Jardim Progresso)
130 unidades

Fonte: MLB

sábado, 16 de julho de 2011

Carinha da Net Agora é.com

Nosso blog agora tem link com registro internacional, com muita luta conseguimos registrar nosso endereço em um domínio particular.

Acesse:

www.ocarinhadanet.cm

João da Besta é Posto em Liberdade

Um dos homens mais procurados do NE é posto em liberdade no RN

Publicação: 15/07/2011 16:25 Atualização: 15/07/2011 16:34

Da redação do DIARIODENATAL.COM.BR com informações de Sidney Silva

O homem que era considerado um dos mais procurados pela polícia na região Nordeste, pela prática de assaltos, João Alves Nunes, o “João da Besta”, deixou a cadeia na tarde desta quinta-feira. João estava detido na Penitenciária Estadual do Seridó em Caicó desde o mês de maio deste ano.

João foi solto por decisão do juiz Luiz Cândido Villaça. "Ele cumpria pena privativa de liberdade unificada em 03 anos e 15 dias de reclusão, tendo ele já cumprido integralmente tal pena, e sendo assim, de acordo com o Art. 109 do CPP que diz: “Cumprida ou extinta a pena, o condenado será posto em liberdade, mediante alvará do juiz, se por outro motivo não estiver preso”, teria escrito o juiz na sentença para justificar sua decisão.

Memória

João Alves Nunes era suspeito de praticar vários assaltos na região Oeste do Rio Grande do Norte, inclusive à agência do Banco do Brasil de Baraúna. Ele também é acusado do latrocínio de um capitão do Exército em Martins. Sua prisão aconteceu no dia 23 de julho de 2010, em São Paulo. Os policiais da Divisão Especial de Combate ao Crime Organizado – DEICOR, o localizaram com o apoio do Grupo Armado de Repressão a Roubos e Assaltos – Garra, da capital paulista.